Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Comunicação > Notícias > Investimentos > Linha de crédito emergencial do FNE já disponibilizou R$ 140 milhões
Início do conteúdo da página
Apoio ao empreendedor

Linha de crédito emergencial do FNE já disponibilizou R$ 140 milhões

Escrito por Assessoria de Comunicação (Sudene) | Publicado: Quinta, 21 de Maio de 2020, 15h45

A Sudene informa que essa é a posição até o dia 15 de maio, segundo Base de Contratações Diárias do Banco do Nordeste.


A foto mostra uma costureira sentada em frente à maquina.

Foto: Unsplash.com (ilustrativa)

Pequenos empreendedores podem ter acesso a linhas de crédito de R$ 100 mil ou R$ 200 mil com recursos do FNE.

O valor contratado representa 4,7% do total de R$ 3 bilhões que serão destinados a empreendimento localizados na área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste. Todos os estados foram contemplados (nove do Nordeste, além de Minas Gerais e Espírito Santo). “O BNB ainda não começou a financiar pessoas físicas, o que se dará por meio do Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO), que ainda está em fase de ajustes para iniciar as contratações”, destacou Breno Oliveira, da Coordenação-Geral de Fundos de Desenvolvimento e Financiamento da Sudene.

O maior volume de contratações por estado ficou com a Bahia (R$ 31,016 milhões), vindo em seguida Pernambuco (R$ 26,8 milhões), Ceará (14,4 milhões), Minas Gerais (13,6 milhões), Paraíba (R$ 10,9 milhões), Piauí (R$ 10,4 milhões), Rio Grande do Norte (R$ 10,3 milhões), Maranhão (R$ 9,092 milhões), Alagoas (R$ 5,043 milhões), Espírito Santo (R$ 4,5 milhões) e Sergipe (R$ 3,8 milhões).

Entre os programas contemplados, foram contratados R$ 126,5 milhões para Micro e Pequenas Empresas (MPE). Os setores contemplados são comércio e serviços (R$ 120,6 milhões), Indústria (R$ 12,8 milhões), Turismo (R$ 5,6 milhões) e Agroindústria (R$1,068 milhões). O valor das operações para as empresas de pequeno porte ficou em R$ 119,9 milhões, seguido por R$ 9,5 milhões (pequeno médio), R$ 6,6 milhões (micro) e R$ 4,2 milhões (médio). Foram contratados R$ 136,2 milhões relacionados a capital de giro e R$ 4 milhões a investimentos.

A linha de crédito foi criada em decorrência dos efeitos da pandemia do COVID-19 entre as empresas da área de atuação da Sudene. A Superintendência preside o Comitê Técnico de Acompanhamento do FNE, que tem a finalidade de averiguar as aplicações dos recursos do Fundo de forma integrada, entre os atores governamentais e não-governamentais., além de ser responsável pela Ouvidoria do FNE. Para entrar em contato com a Ouvidoria do FNE, o cidadão pode utilizar o e-mail ouvidoria.fne@sudene.gov.br

--
Assessoria de Comunicação Social e Marketing Institucional
Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste
(81) 2102-2102
ascom@sudene.gov.br
Siga nossas redes sociais: @sudenebr

Fim do conteúdo da página