Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Sustentabilidade

Reúso de água no semiárido é debatido na Sudene

Escrito por Assessoria de Comunicação (Sudene) | Criado: Sexta, 01 de Setembro de 2017, 16h02

As discussões fizeram parte do “Café com Sustentabilidade”, uma série de encontros sobre práticas sustentáveis.

Foto: Ascom/Sudene

Foto da plateia assistindo à apresentação do INSA.


O evento, realizado nesta sexta-feira (01), na sede da Autarquia, trouxe a experiência de instituições que atuam no Nordeste e que vêm apostando no reúso da água como uma estratégia de convivência com o semiárido. O diretor do Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Salomão Medeiros, apresentou tecnologias de reúso aplicadas na agricultura, especialmente na cultura da palma forrageira, que vêm sendo utilizadas em municípios da região. Essa é uma das saídas para alimentar um rebanho composto por mais de 34 milhões de cabeças, incluindo caprinos, ovinos e bovinos. “A pecuária é que mantém a atividade econômica em períodos de seca”, afirma Medeiros.

Segundo o diretor do INSA, o semiárido conta com 452 reservatórios, dos quais 53% estão apresentando um volume armazenado abaixo de 10% e o reúso é apontado como uma solução viável, que pode gerar “oportunidades de negócios e promover o saneamento básico”, já que uma das formas de reutilizar a água é através do esgoto doméstico. O Instituto pretende implantar, entre 2017 e 2019, 10 unidades de tratamento e reúso familiar nos estados da Paraíba e de Pernambuco.

O tratamento e reúso de esgoto para fins hidroagrícolas também foram defendidos pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), que esteve representada pelo professor de Engenharia Agrícola, Abelardo Montenegro. Segundo o docente, “ainda há uma resistência da sociedade brasileira em relação ao tratamento e reúso do esgoto para fins potáveis”, mas essa ação já é uma realidade em outros países da Europa, por exemplo.

Foto da plateia assistindo à apresentação da UFRPE

Foram apresentadas, ainda, as ações de reúso de água implementadas no Ceará, através da Secretaria de Desenvolvimento Agrário do estado. O titular da pasta, Márcio Peixoto, falou sobre as técnicas disponibilidas em propriedades rurais para reaproveitar a água utilizada nas residências no cultivo da palma forrageira. A implantação do material para captação e tratamento da água representa um custo aproximado de R$ 2 mil por produtor.

Em Pernambuco, as experiências de reutilização vêm sendo aplicadas pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) em 15 municípios da Região Metropolitana do Recife e Goiana, que fazem parte do Programa Cidade Saneada, cujo objetivo é universalizar o atendimento de esgoto, com uma abrangência de quatro milhões de pessoas e um investimento estimado em R$ 4,5 bilhões. O estado também conta com reúso de água em Caruaru, com previsão de utilização em lavagem de pisos e calçadas; irrigação de jardins; forragens; pastagens para gado, entre outras.

Café com Sustentabilidade

A série de palestras do Café com Sustentabilidade – organizada pela Coordenação-Geral de Promoção do Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (CGDS), unidade da Diretoria de Planejamento e Articulação de Políticas (DPLAN). Os eventos tiveram início em junho de 2015, com o objetivo de estimular o debate e a reflexão sobre hábitos de consumo e práticas sustentáveis que podem ser adotadas no dia-a-dia das pessoas. Entre os temas abordados nas edições anteriores estão o lixo, energia sustentável, restauração e manejo florestal e biodiversidade da caatinga.

O diretor da DPLAN, Alexandre Gusmão, abriu a edição de hoje ressaltando o compromisso da Sudene com as políticas de desenvolvimento regional sustentável. O titular da CGDS, Maurício Maia, falou da importância de debates como esse, que contam com a participação de especialistas e promove o estabelecimento de parcerias voltadas para o desenvolvimento sustentável da Região.

 

Assessoria de Comunicação Social e Marketing Institucional
Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste
(81) 2102-2102
ascom@sudene.gov.br
www.sudene.gov.br
Siga nossas Redes Sociais: Facebook | Twitter | Instagram | Youtube | Flickr | Soundcloud

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página