Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Sudene participa de seminário sobre gestão hídrica

Escrito por Assessoria de Comunicação (Sudene) | Criado: Quinta, 16 de Fevereiro de 2017, 14h36 | Publicado: Quinta, 16 de Fevereiro de 2017, 14h36

Evento debateu tecnologias, projetos e planejamento hídrico como fatores de desenvolvimento do NE.

sample image 1 Foto: Joyce Queiroz (Cortesia/Sudene) Exposições e debates marcaram abertura do evento no município paraibano.

Campina Grande foi palco de um evento que discutiu a gestão hídrica como ação propulsora do desenvolvimento do Nordeste. Realizado pela Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP) e Sebrae/PB, o Seminário de Gestão Estratégica das Águas reuniu, nesta quarta (15) e quinta-feira (16), gestores públicos, representantes e técnicos de instituições, universidades e empresários para debates, trocas de experiência de gestão sobre o tema. O encontro apresentou sistemas e modelos de manejo eficiente das águas que podem ser adotados no Nordeste para impulsionar o crescimento econômico associado à preservação dos recursos naturais.

A Sudene foi representada pela analista técnica Joyce Queiroz. “O tema é de grande importância para as atividades da autarquia. Com a necessidade de agir para atenuar os efeitos da seca e a iminência da conclusão de trechos da Transposição do Rio São Francisco, surge o debate de como gerir a água com um perfil mais estratégico. A Sudene quer contribuir com a construção deste olhar. Por isto, a iniciativa da FIEP de colocar na mesa diversas instituições para falar sobre o tema é muito proveitosa”, comentou.

A programação do seminário contou, no primeiro dia, com palestras de dirigentes internacionais sobre gestão das águas. O presidente da FIEP e diretor regional do Serviço Social da Indústria (SESI), Francisco de Assis Gadelha assinou um termo de cooperação para a promoção da Agenda 2030 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, propostos pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD/ONU). São, ao todo, 17 ações propostas pela entidade internacional que pretendem construir um plano global de erradicação da pobreza, promoção da prosperidade e proteção ao meio ambiente. O acordo foi firmado entre o órgão internacional, Sebrae, Instituto Alpargatas, Universidade Federal da Paraíba e FIEP. Gadelha avaliou que o evento é um marco para uma nova oportunidade de geração de emprego e renda na Paraíba.

Integraram a agenda do dia exposições do representante da Agência Nacional das Águas (ANA), Carlos Motta, versando sobre Visão Nacional do Processo de Gestão da Integração das Bacia; e o Diretor Geral Northern Colorado Water Conservancy District, Eric Wilkinson, que apresentou o Projeto Colorado Big Thompson, nos Estados Unidos. O projeto norte americano é um conjunto de 12 reservatórios, 56 quilômetros de túneis e 153 quilômetros de canais que transpõem as águas do Rio Colorado a oeste das Montanhas Rochosas para sua vertente leste em direção ao Rio Big Thompson.

Grupos de trabalho

A servidora Joyce Queiroz foi uma das convidadas para o segundo momento do seminário, que ocorreu nesta quinta-feira. Na ocasião, formaram-se grupos de trabalho para uma reflexão sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e como incorporá-los na execução de projetos na administração pública, particularmente nas ações com foco em desenvolvimento e sustentabilidade. “Um momento oportuno para socializar experiências e atualizar o debate sobre estratégias no setor hídrico”, avaliou a técnica.

Os participantes apresentaram desafios a serem vencidos e propuseram algumas sugestões a serem incorporadas pela Fiep e Sebrae PB para que as instituições possam incluir estes tópicos em debates e fóruns posteriores.

sample image 1 Foto: Joyce Queiroz (Cortesia/Sudene) Os grupos de trabalho levantaram alguns desafios para sustentabilidade, no contexto dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável propostos pelo PNUD.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página