Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Exportações do Nordeste são tema de reunião

Escrito por Assessoria de Comunicação (Sudene) | Publicado: Terça, 14 de Fevereiro de 2017, 10h51

Sudene participa de encontro com a Apex-Brasil para discutir ações que impulsionem as exportações da Região.

Imagem contendo containers em um porto.

Foto: Freepik.com

A ideia da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) é fazer um trabalho voltado para os segmentos de alimentos e bebidas, frutas, têxtil, TI, metal mecânico, energia, petróleo e gás, que serão divulgados através de feiras e encontros. O primeiro deles está programado para o final de maio, em Recife (PE), com expositores vinculados à Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE) e com a participação de representantes dos governos federal e estaduais. A Sudene fará uma apresentação das principais atividades que vêm desenvolvendo para impulsionar o desenvolvimento de sua área de atuação.

A reunião – realizada no último dia 9 – fez parte de uma série de encontros mensais para discutir com instituições parceiras os caminhos para ampliar a participação do Nordeste nas exportações e na atração de investimentos estrangeiros. Além da Sudene e da Apex-Brasil, estiveram presentes representantes da Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (ADDiper), Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Serviço de Apoio as Pequenas e Micro empresas (Sebrae) e Porto de Suape. A Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste – que esteve representada pelos economistas Lautemyr Canel e Ademir Villaça – vai ajudar a definir as principais ações a serem priorizadas nos próximos seis meses.

China

Lautemyr Canel participou, também, no dia 7, de uma reunião, na Fiepe, com a Câmara Internacional de Shanghai, quando esteve em pauta a exportação de produtos brasileiros na Feira Internacional de Ningbo – CHINA, que acontecerá entre 5 e 15 de março deste ano, com espaço (stand) disponibilizado gratuitamente pela Câmara Internacional de Shanghai para exposição de produtos brasileiros. Lautemyr reforça a importância da participação da Sudene nesse tipo de evento, como forma de ampliar a construção de redes de articulação, “divulgando os seus instrumentos, que são a execução de programas e ações, desenvolvimento local, C&Ti, Fundos e o Plano de Desenvolvimento do Nordeste”.

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página