Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Edital

Sudene participa de evento sobre digitalização no Nordeste

Escrito por Assessoria de Comunicação (Sudene) | Criado: Sexta, 03 de Julho de 2020, 15h56

Encontro por videoconferência será promovido pela ABDI na próxima segunda-feira (06).


A foto mostra um celular rodeado de elementos digitais e com o mapa do Nordeste em tela.
Ilustração: Freepik.com (adaptada)

Sudene vai acompanhar lançamento de edital pela ABDI para selecionar projetos de transformação digital de atividades produtivas no Nordeste.

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) vai apresentar o edital Digital BR, que irá selecionar projetos que contribuam para a digitalização do setor produtivo do Nordeste no período pós pandemia, com foco no investimento em redes. A Sudene será representada pelo economista José Farias, da Coordenação de Desenvolvimento Territorial, Infraestrutura e Meio Ambiente.

Serão selecionados projetos conduzidos por, pelo menos, três instituições que contribuam para a transformação digital de micro, pequenas e médias empresas nos estados do Nordeste. A ABDI destaca que “o programa vai acelerar projetos estruturados em redes em ecossistemas de inovação na região”. A agência vai investir entre R$ 500 mil e R$ 1,5 milhão por projeto em cada fase do edital (piloto e escala), podendo chegar a R$ 3 milhões por projeto. O investimento total será de R$ 14 milhões. As inscrições tiveram início do dia 25 de junho e o prazo para submissão das propostas será encerrado no dia 10 de agosto.

A Sudene entende que essa é uma oportunidade para fortalecer os polos de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), que vêm sendo conduzidos pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, com a parceria da Autarquia. Pernambuco e Paraíba já contam com Rotas de TIC, enquanto as da Ride Petrolina-Juazeiro e de Salvador já começaram a ser desenhadas. A Sudene vem articulando para que todos os estados de sua área de atuação sejam integrados a essa ação.

José Farias explica que “a ampliação da indústria 4.0 no Nordeste está prevista no Plano Regional de Desenvolvimento Nordeste (PRDNE), elaborado pela Sudene”. Um dos caminhos apontados pela Autarquia no processo de digitalização da Região é focar nas cidades polo, incluindo as capitais. A ideia é que “as empresas localizadas nessas cidades ganhem pontos a mais no processo de seleção previsto no edital”, enfatiza Farias.

Segundo o presidente da ABDI, Igor Calvet, “a crise da covid-19 aponta para a necessidade irreversível da digitalização da nossa economia. E queremos propagar soluções que ajudem os empreendedores nordestinos a buscarem a remodelagem de seus negócios para o período pós pandemia”.

Um dos argumentos da ABDI para apostar na digitalização do Nordeste é uma pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM 2014),que aponta o Nordeste como a região mais empreendedora do Brasil. Outro dado considerado relevante é o de que há, na região, 1.076.202 micro e pequenos empreendimentos, o que equivale a 15,3% do total do país, segundo levantamento do Anuário dos Pequenos Negócios do Trabalho, SEBRAE, 2017.

Acesse a página da ABDI e confira informações sobre o edital.

--
Assessoria de Comunicação Social e Marketing Institucional
Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste
(81) 2102-2102
ascom@sudene.gov.br
Siga nossas redes sociais: @sudenebr

Fim do conteúdo da página