Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Rede Palma

Sudene debate novas tecnologias para o setor agroindustrial

Escrito por Ascom (Sudene) | Criado: Terça, 04 de Fevereiro de 2020, 14h43

Amanhã (05), a Autarquia promove o Techpalma 2020, que vai abordar a mecanização no processo produtivo da palma.

20200204 techpalma materia

O evento vai reunir empresários do setor agromecânico, especialistas, produtores rurais e representantes de empresas de mecanização agrícola. O objetivo é estimular a pesquisa e o desenvolvimento de inovações tecnológicas para a mecanização da colheita da palma forrageira, o que pode reduzir os custos dessa atividade pela metade segundo estimativas da superintendência. A planta é tida como base alimentar de rebanhos do sertão nordestino e tem ajudado muitos pecuaristas em períodos de estiagem.

A programação do evento traz palestras sobre perspectivas e negócios envolvendo a colheita mecanizada da palma e vantagens competitivas da cadeia produtiva envolvendo o vegetal. Especialistas mostrarão, ainda, o uso da planta para alimentação de animais monogástricos, produção de bioenergia e consumo humano.

Versátil

Além de ser uma alternativa para a dieta de bovinos, caprinos, suínos e aves, a palma pode ser aproveitada na fabricação de cosméticos e produção de energia, entre outras utilizações, apresentando-se como fator importante para o setor agroindustrial nordestino. A Sudene entende que a palma pode ser um vetor de desenvolvimento econômico do semiárido e criou a Rede Palma, em 2017, com o objetivo de aproximar segmentos envolvidos nos processos produtivos relativos à palma forrageira.

A ideia é fomentar o diálogo entre as instituições de desenvolvimento regional, universidades, pesquisadores e membros da iniciativa privada, para analisar cenários, propor ações e consolidar as potencialidades da cultura. Segundo o último censo agropecuário (2016), o Nordeste possui 100 mil hectares de área colhida do vegetal. Segundo o levantamento, a Bahia é o estado que apresentou maior área colhida de palma forrageira, com 47893 hectares de palma, seguida por Pernambuco (17237 ha) e Paraíba (12969 ha).

O Techpalma será realizado na próxima quarta-feira, 5 de fevereiro, a partir das 14h, na sede da autarquia, localizada na Av. Domingos Ferreira, 1967 - Empresarial Souza Melo Tower, Boa Viagem, Recife/PE. Haverá transmissão ao vivo pelo canal da Sudene no Youtube.


--
Assessoria de Comunicação Social e Marketing Institucional
Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste
(81) 2102-2102
ascom@sudene.gov.br
Siga nossas redes sociais: @sudenebr

Fim do conteúdo da página